7 dicas para estimular experiências com música em casa

O contato desde cedo com a música, além de prazeroso, traz muitos benefícios para os processos de aprendizagem das crianças. Isso porque as melodias e a experimentação de instrumentos musicais estimulam áreas do cérebro que serão futuramente usadas para outras funções, como ler.

“Conhecer e vivenciar música amplia referências, fortalece a identidade cultural, pode ajudar a relaxar, instigar a imaginação e desenvolve a percepção auditiva. Também afeta diversos parâmetros do sistema nervoso e da neuropsicologia [relações entre o cérebro e o comportamento] do bebê”, ressalta Enny Parejo, diretora do Enny Parejo Atelier Musical, um espaço que promove cursos de formação em pedagogia musical, musicalização infantil, formação musical para o público em geral e elaboração de material didático. A seguir, ela lista alguns pontos que você pode incluir na rotina de uma forma lúdica para que a música faça parte das brincadeiras com o seu filho.

1. Ouça músicas de estilos variados

Bebês e crianças podem – e devem – escutar músicas dos mais diferentes gêneros, sejam instrumentais, eruditas, populares, étnicas… Procure apresentar um repertório rico e valorize canções tradicionais da infância, como as cantigas de roda. Momentos de silêncio também são importantes e deve-se cuidar sempre para não hiper estimular os pequenos.

2. Faça brincadeiras com os dedos e jogos com movimentos

Acompanhe as músicas movendo as mãos e os dedos, batendo palmas, criando pequenas coreografias etc. E realize isso concretamente, sem a ajuda de DVDs, tablets ou outras mediações tecnológicas.

3. Cante

O canto a capela, ou seja, somente a voz, auxilia o fortalecimento do vínculo afetivo e pode ser uma boa maneira de fazer com que o bebê relaxe ou inicie o seu processo sono.

4. Chame a atenção para os sons da casa

Explore diferentes barulhos comuns no dia a dia da casa, como o som da água jorrando na torneira, o bater de duas tampas de panela…

5. Construa fontes sonoras com materiais recicláveis

Uma lata transformada em tambor ou um pote de plástico recheado com feijões que se torna um chocalho, por exemplo, podem atrair a curiosidade das crianças e incentivá-las a descobrir novas formas de produzir música. No entanto, especialmente no caso dos bebês e crianças pequenas, certifique-se de que o objeto é seguro para eles e supervisione a brincadeira durante todo o tempo.

6. Acompanhe a música com um instrumento, mesmo que este seja improvisado

Além de trabalhar a atenção, isso faz com que a criança comece a desenvolver noções de ritmo.

7. Tenha alguns instrumentos infantis

Pequenos instrumentos de sopro e percussão podem ser ótimos recursos para os primeiros contatos com a música. Você pode encontrar esse tipo de instrumento em empresas de brinquedos educativos ou especializadas em música. Veja algumas lojas físicas e online onde há boas opções para as crianças:
* MT Instrumentos – na cidade de São Paulo, fabrica ótimos itens para iniciação musical, como flauta de êmbolo, guizos, reco-reco, blocos sonoros e maracas.
* Tambores Zé Benedito – também em São Paulo, produz tambores e instrumentos de percussão de boa qualidade.
* Jog Music – loja instalada em Rio Claro, no interior de São Paulo, conta com instrumentos como pandeiros, bongos e outros de percussão.
* Menestrel de Campinas, interior de São Paulo, comercializa jogos e diversos materiais interessantes para educação musical, como tapete musical e amarelinha de notas.
* Fábrica de Pios Maurílio Coelho – fundada em 1903, essa loja de Cachoeiro do Itapemirim, no Espírito Santo, tem apitos diversos de sons de pássaros com CDs ilustrativos.
* Plander de Curitiba, no Paraná, possui uma ampla variedade de instrumentos infantis, como blocos sonoros, apitos, castanholas, tambores etc.

Entenda os benefícios da música para bebês e crianças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *