Como deixar a casa segura para crianças e evitar acidentes domésticos

Prestar atenção a alguns itens da sua casa pode prevenir uma série de acidentes. Segundo o Ministério da Saúde, os acidentes domésticos estão entre as principais causas de lesões e morte de crianças até nove anos no País. E a boa parte desses ferimentos poderia ser evitada com ajustes simples. A Proteste (Associação Brasileira de Defesa do Consumidor) criou uma cartilha várias orientações para eliminar riscos dentro de casa. Confira algumas aqui!

1. Prefira móveis com cantos arredondados

Caso já tenha peças com cantos pontiagudos, coloque proteções macias ou bordas arredondadas nos lugares que possam apresentar perigo.

2. Deixe os armários acessíveis, mas sem oferecer riscos

Guarde itens mais pesados nas partes mais baixas e instale prateleiras longe das camas. Mantenha os móveis leves, como cadeiras e bancos, distantes do quarto das crianças e opte por baús sem tampa ou com uma tampa bem leve.

3. Cheque o funcionamento das maçanetas das portas

Isso evita que as crianças fiquem trancadas acidentalmente em algum cômodo.

4. Escolha bem o berço

Tenha certeza de que o modelo é certificado pelo Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia). As grades de proteção devem ser fixas e distantes no máximo 5 cm uma da outra. Veja se todos os parafusos e os ajustes estão bem apertados, sem arestas, e confira se há uma distância máxima de dois dedos entre o colchão e as laterais do berço.

5. Tome cuidado com móveis instáveis, vidros e espelhos

Tente remover ao máximo os móveis instáveis que possam levar a quedas ou prender os dedos ou as mãos das crianças. Fique atento a mesas com tampo de vidro e, no caso de portas de vidros, procure sinalizá-la em uma altura visível para os pequenos. Você pode ainda aplicar uma película transparente e autocolante nos vidros para evitar estilhaços em caso de quebra.

6. Prefira cortinas e persianas sem cordas

7. Opte por pisos que não sejam de material escorregadio para evitar tombos

Se tiver tapetes em casa, fixe-os no piso com fita adesiva.

8. Proteja as tomadas

Reveja fiações antigas e fios desencapados, por exemplo. E o ideal é que todos os fios elétricos estejam afastados do alcance das crianças.

9. Use grades e travas de proteção nas janelas

Grades e portões também devem ser utilizados na base e no topo de escadas.

10. Conserve o chão do banheiro seco, para evitar escorregões, e guarde lâminas de barbear, tesouras e secadores de cabelo

Se você tem banheiras em casa, não as deixe com água e supervisione sempre a criança tomando banho. O mesmo cuidado vale para as piscinas, que devem ser protegidas com cercas e portões com, no mínimo, 1,5 m de altura. Alarmes e capas podem ajudar, mas não eliminam 100% os acidentes.

11. Fique atento à cozinha

Tome cuidado com facas, peças de vidro ou cerâmica e alimentos ou bebidas quentes. Ao cozinhar, dê prioridade às bocas de trás do fogão e vire os cabos das panelas para o centro. Além disso, considere instalar uma proteção que impeça a criança de abrir o gás e a porta do forno.

12. Guarde medicamentos, produtos de limpeza e sacos plásticos fora do alcance das crianças

Também deixe baldes e bacias vazios e em locais altos.

Que tal montar um quarto com inspirações no método montessoriano, priorizando a autonomia das crianças sempre com segurança? Veja dicas e ideias aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *