Como escolher o pediatra do seu bebê

O pediatra que cuidará do seu filho precisa estar totalmente alinhado aos conceitos que você pretende seguir em relação à criação. O ideal é que a decisão pelo médico aconteça ainda durante a gestação. “É possível pedir indicações para amigos e familiares. Sempre serão referências. Mas você tem de se orientar principalmente pelo seu estilo e o que acredita. Talvez não ache um profissional que se identifique logo na primeira tentativa. Por isso, é importante pensar sobre esse tema com certa antecedência”, aconselha a pediatra Kelly Oliveira, autora do blog Pediatra Descomplicada.

Quando iniciar a busca pelo pediatra: antes ou depois do nascimento?

Encontrar o pediatra antes do nascimento do bebê contribui para uma maior sensação de segurança para os pais, que já saberão a quem recorrer se tiverem qualquer dúvida em relação ao filho recém-nascido. “Em uma consulta prévia, ainda na gestação, o médico pode ajudar a preparar os pais para a chegada do bebê, explicar sobre os cuidados com o pequeno, orientar como proceder no momento do parto, falar a respeito de amamentação, puerpério ou qualquer outra questão”, diz Kelly.

Quais pontos colocar na balança

Nesse processo de escolha, o primeiro quesito a ser considerado é a empatia. Você precisa reconhecer afinidades com as linhas de conduta do profissional. Assim, sentirá mais confiança nas recomendações que ele fizer. “Claro que, diante de cada situação que acontecer com o seu bebê, você deve ter liberdade para perguntar e até mesmo discordar do pediatra. Procuro deixar sempre espaço para que os pais de bebês e crianças que atendo possam apresentar seus pontos de vista. O melhor é que a relação tenha abertura constante para o diálogo, é essencial haver uma troca”, acredita Kelly.

Além da empatia, outro aspecto relevante é certificar-se das competências do médico. Avalie o seu currículo, a sua formação, os locais em que trabalha e o tempo de experiência. Também não deixe de checar a disponibilidade dele. Pergunte sobre a facilidade em agendar consultas ou mesmo entrar em contato com o médico em caso de dúvidas ou alguma emergência. Muitos pediatras costumam fornecer o seu celular para que o localizem de forma mais rápida em casos de urgência ou para que se possa enviar mensagens se surgirem dúvidas importantes entre uma consulta e outra. Isso costuma tranquilizar especialmente pais de primeira viagem.

Faça uma lista com todos os itens que considera relevantes e coloque na balança o quanto cada coisa é importante para você nesse momento. Caso se identifique com o pediatra e ele atenda suas expetativas, porém não costuma divulgar seu celular, por exemplo, repense se isso é ou não fundamental para você e a sua família.

Na primeira consulta com o seu filho

Durante a primeira consulta com o recém-nascido, observe a interação do pediatra com o bebê e tente perceber se ele realmente está atento a tudo. Vale reparar ainda se o médico demonstra interesse não apenas pelo que se passa com o bebê como também por tudo que o rodeia. O melhor é que ele procure se inteirar sobre a evolução da amamentação, como os pais têm se saído nesse primeiro momento e como está a rede de apoio à mãe.

Veja também quando é indicado agendar a primeira visita do seu bebê a um oftalmologista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *